segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Review Livro O Cemitério + filme O cemitério maldito


          [ALERTA DE SPOILER]

          Esse foi o meu primeiro contato com Stephen King e não poderia ter começado por livro melhor. Agora entendo perfeitamente por que as pessoas o indicaram, é uma excelente porta de entrada para o universo criado pelo autor considerado um mestre do gênero suspense/ terror.
          O livro conta a história de uma família que se muda para uma cidade pequena e lá através de seu vizinho Jud conhecem o cemitério de animais e também um outro lugar além dele onde tem um cemitério indígena e forças sobrenaturais agem ali.
          Louis é o pai da família e o centro da narrativa, ele trabalha como médico em uma universidade, sua esposa é dona de casa e eles têm dois filhos pequenos, Ellie e Gage. O autor faz questão de ambientar o leitor e fazer com que ele conheça bem a família e principalmente o chefe dela. São varias paginas escritas exclusivamente para isso, para que possamos criar uma empatia com essa família, mas ao mesmo tempo sentimos que a narrativa está fluindo, mesmo quando parece cansativo.
          Quando as coisas começam a engrenar e o mistério a surgir conhecemos o tão comentado Stephen King. Ele não precisou de muito para me convencer afinal já gosto dos elementos introduzidos por ele como: cemitério, forças sobrenaturais, crianças infernais e gato preto... por que não?

              Quando Church, o gato da família morre, Jud conta um segredo que desencadeará todas as desgraças dessa família e Louis desesperado por não deixar que Ellie sofra com a morte de seu animal de estimação acaba enterrando o gato no tal cemitério indígena e para a surpresa desse homem descrente com Deus e forças do universo o gatinho volta, mas não da forma que era antes. Ele volta com um cheiro terrível que nunca sai e com atitudes que o velho church nunca faria como matar animais, alguns até maiores do que ele.
          Louis deveria ter tomado esse episódio como lição, mas ele volta a fazer essa mesma estupidez quando o filho Gage morre e o resultado não poderia ser diferente, ele termina o que Jud começou ao desgraçar a vida de todas as pessoas que ele ama.

         Este é o livro do King que eu indicarei para as pessoas quando elas quiserem começar a ler livros dele, a leitura flui que é uma beleza e você se pega envolvido naquele cenário de terror e aflição. Você se importa com os membros daquela família e até com os vizinhos Jud e Norma. 


          Assim que terminei de ler ele fui assistir ao filme de 1989 que inclusive tem o próprio autor como roteirista e ele faz uma pequena participação especial como o padre que celebra o velório de Cage. No geral o filme é bem fiel ao livro, tirando algumas ressalvas como a substituição de Norma por uma vizinha depressiva que se suicida, (sim ela não aparece), recurso talvez utilizado para encurtar a trama, de resto é tudo bem igual, tanto que o filme perde sua qualidade. Nota-se que King como roteirista não fez mais nada além de copiar e colar seu livro mudando uma coisa aqui e ali e ele não fica com cara de filme.               Os atores são os piores possíveis, todos sem expressão alguma, o melhor ali é o ator Miko Hughes Que faz Gage, ator conhecido por filmes dos anos 80, por participar de alguns episódios de Full House (três é demais) e que virou meme recentemente. Eles são tão apáticos que não conseguimos nos conectar e se importar da forma que nos importamos ao ler o livro.
          Os efeitos especiais são toscos como todos feitos nos anos 80 e isso não incomoda, surpreendentemente a maquiagem está muito boa. Senti falta das revelações que os personagens ressuscitados faziam no livro. Os trechos onde Jimmy e Gage revelavam os podres dos personagens que dialogavam com eles foi uma das coisas mais interessantes do livro, mas o filme não utilizou isso, seja por restrição da faixa etária ou pelo fato de que não é adequado uma criança tão pequena falar palavrões e coisas tão sexuais no cinema. Uma coisa que me incomodou foi coloca-los como zumbis, coisa que não acontece no livro, no filme Jimmy anda como um zumbi e tanto ele quanto Gage mordem as vítimas. Desnecessário tentarem adequar um filme desses aos filmes de zumbis que estavam tão em alta na época.
          Enquanto o final do livro ficou em aberto o do filme é bem sugestivo. Preferi o do livro. Esse é um ótimo livro e um filme bem mediano, vamos aguardar para que futuramente façam um filme decente dessa obra tão maravilhosa. Muitas pessoas falaram que sentiram muito medo ao ler ele, eu já estava me preparando para sentir o dobro de medo, pois sou muito medrosa, mas só senti medo na sequencia final do livro, só teve algumas partes que me deixaram impressionada como a parte da irmã de Rachel (Oz, o grande e teivel), mas não apavorada como achei que ficaria. Inclusive chorei com a reação de Ellie a morte do irmão. Este é um livro que despertará em você varias emoções diferentes, mais do que recomendado.

17 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. Confesso que não o conhecia, mas como gosto do gênero e da parte do filme fiquei bem curiosa sobre os detalhes e elementos que você comentou. Achei bem interessante que o próprio autor foi roteirista. Com certeza irei procurar mais informações a respeito para poder assistir também. Obrigada pela dica!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Adoro as obras do King e essa sem dúvidas é maravilhosa. Como você prefiro o livro ao filme, justamente porque o final do primeiro é mais interessante e deu um encerramento melhor. Enquanto o filme deixou muito em aberto - clássica estratégia dos filmes de terror - que não me agradou muito. Ainda assim, gostei de ver a adaptação e gostaria que houvesse uma mais recente, tal como farão com It - A Coisa.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Aiiii, que vontade de ler terror. Eu adoro o King, já li alguns livros dele, mas "O Cemitério" ainda não. Fiquei mega feliz em saber que o seu primeiro contato foi assim tão bom. E morri de vontade de ler este livro.
    Dos livros do King que eu já li, o meu preferido é "Zona Morta", mas também adoro "Joyland", porém esse último é mais tranquilo.
    Apesar de sempre preferir o livro, também adoro as adaptações cinematográficas.
    Um beijo!
    Historiar

    ResponderExcluir
  4. Oe,i uau, parece umm livro bem forte. fiquei usper intrigada e curiosa com o que vem pela frente e o que acabou com a vida dos personagens. Que pena que o filme é tão mal feito, mas no meu caso eu nem assistiria mesmo, amo livros apenas, e não gosto de adaptações no geral. Obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Armaria, não tenho coragem de ler livros do SK, o único que li dele foi a Espera de um Milagre e quase morro de depressão de tão forte que foi. Não curto nada relacionado a terror e suspense! Mas há quem goste! Rssrs

    Abrços

    ResponderExcluir
  6. Oie Lilian,
    Tenho uma colaboradora que é louca por King. Irei indicar sua postagem para ela. Um dos livros que me marcou foi It e a Espera de um milagre. Fui estudar mais a fundo sobre as obras dele para minha pesquisa, e vi que em It ele passou quase oito anos para escrever cada detalhe. Um livro grande como aquele... Gosto do gênero, só nçao estou pronta para ler uma obra de arrepiar assim, não agora.
    Beijos,
    Amanda M.

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bom? Adoreei sua resenha! Bom saber que a leitura flui tão bem! Nunca li nada do autor mas acho que, mesmo se tratando de um calhamaço, começaria por esse. Acho a premissa incrível. Nunca assisti o filme, e acho que continuarei assim hahaha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Ainda não li O Cemitério, mas já assisti ao filme e preciso concordar contigo que os efeitos especiais são toscos, mas, como você, não me senti incomodada com isso. Fiquei contente por saber que você preferiu o livro, pois eu também não curti muito o filme :(
    Adorei esse Review duplo que você fez e fiquei curiosa para ler de uma vez, espero que seja logo em 2017.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Olá! Tudo bem por aí?

    Eu AMO o Stephen King e ele é um dos meus autores favoritos. Eu tenho "O Cemitério" aqui, mas ainda não o li, infelizmente. Não sei o que estou esperando, haha. A cada resenha que leio, assim como a sua, fico com mais vontade de lê-lo, mas acabo deixando-o de lado. Mas em 2017 vou lê-lo, com certeza! Espero adorar, assim como adoro as outras histórias do autor <3.

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  10. É quando eu vejo reviews como a sua que tenho vontade de não ser tão medrosa, ms infelizmente não dá. Não consigo ver filmes ou ler livros nesse estilo sem me cagar de medo, então vou deixar a dica passar dessa vez. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    Taí um autor que eu não faço muita questão de conhecer.... Não gosto de suspense, e gosto menos ainda de terror (evito sempre), então o Stephen não é um autor cujas obras me interessem. Mas fico feliz em saber que você foi surpreendida pelo livro, apesar de o filme não ter sido tão bom quanto.
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  12. Olá.

    Esse livro, tenho muito interesse. O filme eu já vi, mas faz muitoooo tempo. É claro que como adaptação, tem algumas coisas coisas diferentes eu imagino, mas como o autor está no roteiro, acho que tenha mantido mais a fidelidade. Enfim, gostei bastante da sua análise. Quero ler o livro e reler o filme logo.
    beijos

    Parabéns pela resenha e boas festas! <3

    ResponderExcluir
  13. Eu também preciso de uma regravação do Cemitério Maldito, o livor é muito bom e o filme não fez jus a isso. Stephen King faz jus ao seu titulo de melhor autor no gênero terror, pois a cada momento do livro nos surpreendemos. Bem que poderiamos ter uma continuação desse livro, ou já temos?

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Eu por enquanto só li um livro do Stephen King, que eu não gostei muito. Mas goto bastante de várias adaptações de filmes dele e gostaria de ler outras obras do autor, pois tem muita chance de gostar.
    Quanto a esse livro, ainda não li - mas também não tenho muito interesse na leitura. Já ao filme, quero muito assistir.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/12/critica-animais-fantasticos-e-onde.html

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?

    Sou apaixonada pelo King <3

    Ainda estou esperando o dia para conhecer "It, a coisa" e também, "O cemitério"

    Ja comecei a ver o filme mas não me recordo o motivo pelo qual não terminei! Sua resenha ficou muito legal e foi muito bom você destacar que a leitura flui muito bem!
    Já coloquei na fila de futuras aquisições!

    Obrigada pela dica (:

    Abraços, Amanda M.

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não li nada desse autor, mas quero muito ler alguma obra e por isso fiquei muito animada quando vi que esse livro é uma boa indicação para ser a porta de entrada para o mundo desse autor. Sobre o filme, eu não acredito que verei, pois não sou muito fã de filmes e pela sua crítica não é um grande filme.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  17. Oie!!!
    Na minha opinião Stephen King é um gênio! Antigamente eu lia mais obras deste gênero e no momento as evito....sei lá o porquê eu fiquei medrosa!
    Mas pela sua resenha dupla filme mais livro podemos tirar que neste caso aquela velha máxima "do filme ser sempre melhor que o livro" ser verdadeira! Uma pena, pois já assisti excelentes adaptações baseados nos livro dele que fizeram jus ao gênero e ao livro!
    Mil Bjinhos ;)
    Elaine M. Escovedo
    Caminhando Entre Livros
    Http://www.caminhandoentrelivros.com.br

    ResponderExcluir