segunda-feira, 31 de outubro de 2016

5 Filmes Clássicos para assistir no Halloween

O Halloween chegou e por isso vou indicar para vocês filmes que assisti recentemente e que são perfeitos para comemorar. Quis fazer uma lista bem na pegada “Clássico do dia” daqueles pioneiros do gênero no cinema. E se você for medroso como eu não precisa se preocupar pois você não irá morrer de susto com nenhum desses. Aproveitem e Happy Halloween.


A festa do monstro maluco


Antes de Hotel Transilvânia havia A Festa do Monstro Maluco, que serviu de inspiração para esse filme mais recente. Mad Monster Party de 1967 é uma animação, só que em Stop motion e foi uma das pioneiras na técnica, nele também há a reunião dos monstros mais famosos, o Barão Frankenstein vai se aposentar e para anunciar seu sobrinho desastrado Felix como sucessor decide chamar O Lobisomem, o Drácula, o corcunda de Notre Dame e etc... para uma convenção. Esse é o tipo de animação que pode aparentar ser datada, mas que encanta as crianças e principalmente os adultos, por causa das referencias cinematográficas e literárias, ele cita o Edgar Alan Poe e se encerra fazendo uma obvia homenagem ao filme Quanto mais quente melhor. Ele tem personagens e momentos muito engraçados e como é um musical há ótimas musicas. É imperdível para quem ama os livros e os filmes sobre os principais monstros já retratados.

O enigma do outro mundo


Essa é uma ficção cientifica com toque de Horror dirigida por John Carpenter um dos mestres dos filmes de terror que fez muito sucesso nas décadas de 70 e 80, um desses filmes foi a indicação deste tópico. O enigma do outro mundo tem como protagonista o ator Kurt Russel e retrata um grupo de cientistas que estão trabalhando numa estação em meio ao inverno da Antártida e de repente aparece um inimigo norueguês atirando em um lobo e logo eles matam esse homem e acolhem o lobo, porém após isso são atacados por um alienígena e a coisa ou “The thing” como é no titulo americano do filme é capaz de se transformar em cópias exatas das vitimas. Esse filme tem varias cenas icônicas e nojentas. Há gosmas, corpos deformados, corpos que são capazes de arrancar braços (essa é uma das cenas clássicas que todos conhecem) e sons aterrorizantes. O clima de mistério é muito bem ambientado, o que casa perfeitamente com a trilha sonora criada por John Carpenter e Ennio Morricone. Na época o filme foi um fracasso de critica e bilheteria, mas hoje alcançou o status de Cult e ele foi o primeiro da “trilogia do Apocalipse” criada pelo diretor.

Prelúdio para Matar


Esse não é um filme que vai te fazer pular na cadeira varias vezes, na verdade ele te fará pular de susto apenas uma vez, ele na verdade é um filme de investigação, mas que possui alguns elementos sobrenaturais como uma história macabra, um assassino misterioso e uma casa sinistra. Profondo Rosso (seu nome original) é um filme Italiano de 1975 escrito e dirigido por Dario Argento, nele um pianista chamado Marcus vê um assassinato acontecendo e decide investiga-lo com a ajuda da jornalista Gianna. O filme é uma mistura de vários gêneros, além dos elementos de terror e suspense ainda há romance (não correspondido, mas mesmo assim romance) e comédia por conta do casal de protagonista. O diretor trás sua marca para a trama caprichando na trilha sonora e escalando um elenco muito talentoso e bonito, assim como os cenários. A maquiagem não é lá essas coisas por causa da época, mas também não interfere na qualidade do filme. Na época o filme foi um sucesso de critica e bilheteria, merece sim ser visto.

The Rocky Horror Picture show


Esse é um musical de 1975 que mistura comédia com terror e é uma grande paródia/ homenagem aos filmes clássicos de terror e ficção cientifica. No filme um jovem casal interpretado por Susan Sarandon (muito jovem e bonita) e Barry Bostwick estão na estrada e durante uma tempestade o carro quebra e eles encontram refúgio em um castelo onde há pessoas estranhas e um anfitrião que é travesti e um cientista maluco, seu nome é Frank e ele é interpretado de forma épica pelo Tim Curry. Com meia arrastão, corpetes, perucas e maquiagem extravagante ele encarna perfeitamente essa figura que é um ícone do cinema cult. Quando foi lançado o filme foi muito mal recebido, mas um cinema de Nova York começou a exibi-lo em sessões a meia noite e assim se tornou um clássico, inclusive em Munique na Alemanha ele ficou em cartaz por mais de 27 anos. As músicas são uma mistura de rock, punk e jazz que grudam na cabeça. Ele é tão memorável que recentemente teve um remake ao vivo onde Frank é vivido pela Laverne Cox de Orange is the new back e também teve um episódio de Glee em sua homenagem. The Rocky Horror Picture Show é um musical reconhecido pelo seu visual, suas músicas e sua mensagem de liberdade sexual.

A Noite dos mortos vivos


Esse é um filme de 1968 dirigido por um dos diretores de terror mais renomados, o sr George A Romero. Nele irmão e irmã vão visitar a sepultura da mãe quando aparece um “zumbi” (no filme o nome não é dito) ele é atacado e morto e ela vai parar em uma casa com pessoas totalmente estranhas que também tentam sobreviver a essas criaturas desconhecidas e a elas mesmas. O filme é em preto e branco e é quase um documentário pois na casa onde estão os personagens eles estão recebendo notícias pelo rádio e pela tv onde os jornalistas informam sobre os casos de mortos que estão se levantando em todo o mundo. Ele trás uma visão apocalíptica e pessimista da situação, além dos paralelos da praga com mazelas da sociedade como o racismo e a intolerância. Assim como em The Walking dead logo os problemas gerados pela sobrevivência é direcionado para os humanos e os zumbis não são mais os vilões. Inclusive um livro inspirado no filme foi lançado pela darkside. 

Um comentário:

  1. Esses filmes maravilhosos que a gente tanto ama <3 dessa lista o que mais me surpreendeu mesmo foi A festa do monstro maluco. E eu preciso terminar o Enigma de outro mundo ):

    ResponderExcluir